sexta-feira, 22 de junho de 2018

Viagem através de Mirkwood - Gameplay

Bom, people, eu sempre gostei de coisas simples, e com o RPG não é diferente. Nunca fui fã de sistemas que possuem regras para absolutamente tudo. Gosto quando uma boa parte da diversão fica a cargo da criatividade e da imaginação, livres, sem muitas amarras(lembrando que essa é a MINHA opinião; longe de achar que é o melhor jeito de jogar!).
Desde a primeira vez que encontrei o jogo "Viagem através de Mirkwood", achei que se encaixava como uma luva dentro do que eu queria.
Mas para todo mundo que eu mostrava o jogo, achavam tosco!kkkkkk. Mas minha opinião não mudou.
Por isso gostaria de postar esse gameplay, para exemplificar a forma como eu abordo esses sistemas minimalistas, com pouquissimas regras.


O Sistema

Para quem não conhece, "Viagem através de Mirkwood" é um jogo de jornada. Você interpreta um herói no cenário do Senhor dos Anéis, e foi encarregado pelo próprio Senhor Elrond para levar notícias importantes até o Rei Thandruil. Para isso, você deve atravessar toda a floresta de Mirkwood, cheia de perigos e ameaças. Aranhas gigantes, Nazguls, Orcs, Wargs...em uma viagem que durará nada mais nada menos que 40 dias.
quem quiser ler o jogo, que fiz uma tradução e que possui apenas 6 páginas, ele se encontra Aqui - Viagem através de Mirkwood


Seria bem interessante se vocês lessem o jogo antes de ler o gameplay aqui. E é curtinho, não deve levar mais do que 15 minutos de leitura!

Enfim, o gameplay. Ele será narrado em primeira pessoa, na voz do próprio Andolian. Em letras maiusculas sempre colocarei o resultado da Tabela principal.
Após a descrição do Elfo, coloco os valores atuais dos atributos do personagem. Não colocarei o resultado dos dados, pois basta conferir as tabelas para saber o resultado.

Personagem

Elfo Andolian, da Casa de Linderiel, de Valfenda
Missão: Levar o Pergaminho de Orianda, um documento importantíssimo, até o Rei Thandruil, através da floresta de Mirkwood. A missão foi confiada pelo próprio Elrond, Senhor de Valfenda.

Dia 1

"Meu primeiro dia de viagem foi entre as terras conhecidas de Valfenda, entre arvores de folhagem vermelha e o solo coberto de musgo verde. Tudo calmo; e eis que ao fim do dia eu encontro...um TESOURO - uma poção élfica que sei ser capaz de restaurar minhas forças em momentos de necessidade. Guardo-a em minha bolsa para utiliza-la quando necessário."

Saúde: 10   Exp: 0   Magia: 0

Dia 2


"A magia de Valfenda começa a ficar para trás...o clima ameno começa a esfriar, as sombras se alongam. O perigo começa a parecer real. logo no início da caminhada do dia, sem minha percepção, sou pego por uma ARMADILHA, deixada ali por algum antigo caçador. Machuco-me um pouco. Sirvo-me da poção que encontrei no dia anterior, e a ferida se cura como se fosse mágica. E de fato assim é."

Saúde: 10   Exp: 0   Magia: 0

Dia 3


"Sigo às margens de um rio, com águas escuras, assim como o céu e as sombras das árvores. Sinto uma Presença me procurando, me caçando...o que quer que este pergaminho contenha, chamou a atenção de algum poder obscuro. E de fato assim é, pois encontro um WARG, um ser que se assemelha a um lobo gigante, só mais feroz, maior e mortal. O confronto é inevitável."

Aqui acontece o primeiro combate. Recebo 5 pontos de dano até finalmente conseguir derrotar o Warg.

"A luta é difícil, fico bastante machucado. mas no fim consigo vencer o inimigo."

Saúde: 5   Exp: 1   Magia: 0

Dia 4

"Os ferimentos da luta do dia anterior ainda sangram. Uma chuva fina cai das nuvens cinzentas.Escuto uivos e vozes sinistras à distancia, trazidas pelo vento, e captadas pela minha audição élfica. Sei que outros estão vindo. Procuro um local seguro, alguma caverna ou local coberto onde possa descansar. Mas outro WARG estava á minha espera...levanto o olhar, e mesmo ferido, não hesito; ataco imediatamente, para a surpresa da fera."

Mais um confronto. Perco 2 pontos de Saúde até vencê-lo.

"Ele se aproveita de minha fraqueza...mas enfim o venço"

Saúde: 3   Exp: 2   Magia: 0

Dia 5


Estou muito ferido e machucado - não eram Wargs comuns esses que enfrentei - Eu sigo, buscando caminhos pouco explorados, onde os olhos do Mal não possam me seguir.
A chuva cessou ao longo do dia, mas as nuvens se tornam a cada hora mais cinzas e sinistras. Avisto enfim um Círculo de Pedras em meio á mata ancestral. E lá encontro, para meu desespero, mais um WARG, ainda maior que os anteriores. Sem saída, peço apos deuses que guiem minha lâmina"

Esse combate, por sorte, foi vencido logo na primeira rolagem de dados!

"Com um único golpe derroto a fera terrível"

Saúde: 3   Exp: 3   Magia: 0

Dia 6

Os circulos de Pedra se sucedem. Paro em frente à um particularmente grande e antigo, tomado pela hera. Que história essas pedras seculares poderiam contar?
Em meio a esses pensamentos, encontro mais um TESOURO. Um medalhão Âmbar. Após alguma hesitação, o coloco em meu pescoço, e sinto uma energia muito forte fluindo em mim."

Saúde: 4   Exp: 3   Magia: 0

Dia 7


Após a décima formação dolmênica, encontro as ruínas de um antigo castelo - ao menos assim parece -tão antigo que parecia quase uma formação natural. Escuto sons vindos de dentro. Em meio ao escuro sepulcral do lugar, avisto...não!!!! Não é possivel!...



Continua...


3 comentários:

  1. Respostas
    1. Realmente, dessa vez estou com bastante sorte! Na maioria das vezes, não passo de 10° dia!

      Excluir
  2. Ohhh! Gostei tá simplicidade do relato. Eu fiquei curioso para ver esse jogo em ação, mas acredito que a emoção que senti véi justamente da sua escrita haha

    ResponderExcluir

Lançamento: A ESCOLA DE MAGIA E FEITIÇARIA DE TALAKAN

 Imagine uma escola de Magia que fica em um castelo enorme no topo de uma colina. Esse Castelo foi construído através de mágica e possui 4 F...